quinta-feira, 11 de outubro de 2018



Pode resumir-se assim o último Greengrass: na primeira metade, uma implícita exploração da carnificina; na segunda uma explícita exploração da gelatina. No final de contas talvez agrade a Bolsonetes ou a saudosistas da série "24". Para os outros resta apenas a pergunta: porquê 2h:23m, porquê? Que tortura macaca.

Sem comentários:

Enviar um comentário